RELATORA DO CNE SE CALA SOBRE O CASO “MONTEIRO LOBATO “

Brasília – A professora Nilma Lino Gomes, do Conselho Nacional da Educação (CNE), não falará sobre o Parecer de sua autoria sobre o livro “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, até que seja homologado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. O livro contém estereótipos racistas e é comprado normalmente pelo MEC pelo Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE) para ser distribuido nas escolas públicas.

A posição oficial, anunciada pela assessora de Imprensa Juliana Meneses, é um passo atrás em relação a disposição anterior da relatora de explicar o porque aceitou reescrever o Parecer 15/2010, que recomendava a não compra do livro pelo MEC e, em caso, de compra, exigia das editoras uma Nota explicativa sobre o contexto em que foi escrito em 1.933.

Afropress tenta, sem sucesso, desde o dia 08 de junho uma entrevista com a relatora. Contraditoriamente, a própria Nilma Lino havia orientado a Assessora de Imprensa do CNE a solicitar o envio de perguntas por escrito. As perguntas foram encaminhadas, porém, depois disso a relatora passou a não atender telefonemas e a protelar as respostas as perguntas.

Afropress apurou que a fuga da relatora e dos demais membros do CNE de entrevistas sobre o assunto, se deve a um acordo com o ministro Fernando Haddad para que não falem antes do novo Parecer ser homologado. A nova posição teria sido também, igualmente, negociada com o ministro, que não aceitou o Parecer original, alegando – contra todas as evidências – “não ver racismo na obra de Monteiro Lobato”.

O recuo, por outro lado, coincidiu com a manifestação do autor da representação, professor Antonio Gomes da Costa Neto, que entrou com recurso pedindo a anulação do Parecer reescrito – o de nº 06/2011 – que, segundo ele, viola a legislação antirracista brasileira.

Costa Neto já disse está disposto a ir até o Supremo Tribunal Federal (STF), caso o Conselho deixe de apreciar os recursos que protocolou e o ministro decida homologar o novo Parecer. Nesta hipótese, o autor da representação entrará com novo recurso, desta vez dirigido à Presidente Dilma Rousseff – superiora hierárquica do ministro.

Como é provável que a Presidente ratifique a posição do seu ministro, o passo seguinte seria um Mandado de Segurança junto ao STF.


Por: Redação – Fonte: Afropress – 26/7/2011

Similar Articles

ACESSE O PORTAL JURIDÍCO... Acesse o Portal Jurídico do IARA e se informe das ações que estão ocorrendo no seu Estados: Lei 10.639/03, mercado de trabalho, julgamentos do Conselho Nacional de
AÇÕES DO IARA E IPEAFRO... O Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (IARA) e o Instituto de Pesquisa e Estudos Afro Brasileiros (IPEAFRO), em ação conjunta decidiram unir esforços para buscar perante
IVLP GOLD STAR 2011 ̵... Caros e Caras Está é uma rara oportunidade de ver como são os pronunciamentos da Secretária de Estado Hillary Clinton e como ela recebe a Sociedade Civil
Lei de cotas na Prefeitur... O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro julgou, nesta segunda-feira (26/4), parcialmente procedente a representação por inconstitucionalidade, contra a Lei 4.978 de 2008,
Debate: 11 de Maio no RJ Ocorrerá no dia 11.05.2010, na OAB-RJ debate sobre racismo e políticas de ações afirmativas, com a intenção de subsidiare dar esclarecimentos sobre o tema. O  debate foi
Audiência Pública no Se... A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa vai realizar na segunda-feira, 28, às 10 horas, uma audiência pública, de autoria do senador Paulo Paim, para debater
Parceria prevê estudos c... Ipea e governo de Angola pesquisarão impactos da reconstrução angolana e modelo macroeconômico O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Ministério da Coordenação Econômica de
Relatoria sobre os Direit... Relatoria sobre os Direitos das Pessoas Privadas de Liberdade Questionário de consulta para fins de elaboração do Relatório Temático sobre Direitos Humanos das Pessoas Privadas de Liberdade
Informativo IARA – ... Já está disponível o Informativo de Junho/2011. http://www.iara.org.br/doc/Informativo_iara_jun2011.pdf
Nova Ministra completa mu... Por: Redação – Fonte: Afropress – 22/3/2011 Brasília – O ato para celebrar a passagem dos oito anos da SEPPIR, realizado nesta segunda-feira (21/03), em Brasília, foi
Informativo IARA – ... Já está disponível para download o Informativo IARA de 2011. Boa Leitura!!! CLIQUE AQUI

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *